Informativos

 

Newsletter

Cadastre-se e receba boletins informativo em seu e-mail







Siga-nos


 

Bancos fecham 10.752 postos de emprego no primeiro semestre
Quarta, 19 Julho 2017 18:00

Os bancos já fecharam 10.752 postos de emprego em todo o Brasil, no primeiro semestre de 2017, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). São Paulo, Paraná e Rio de Janeiro foram os estados com maior incidência de saldos negativos. Planos de desligamento lançados por grandes Instituições Financeiras têm forte impacto no emprego no setor. Na Bahia, o saldo negativo ficou em 393 postos de emprego, já em Sergipe atingiu 64.

Se analisarmos desde janeiros de 2016, observa-se saldo positivo somente no primeiro mês da série (janeiro de 2016). Desde então, foram registrados apenas saldos negativos.

A análise por Setor de Atividade Econômica revela que os “Bancos múltiplos com carteira comercial”, categoria que engloba bancos como, Itaú Unibanco, Bradesco, Santander e Banco do Brasil, foram responsáveis pelo fechamento de 6.030 postos. A Caixa Econômica foi responsável pelo fechamento de 4.429 postos.

Desigualdade entre Homens e Mulheres - As 5.375 mulheres admitidas nos bancos nos seis primeiros meses de 2017 receberam, em média, R$ 3.576,00. Esse valor corresponde a 68,2% da remuneração média auferida pelos 5.249 homens contratados no mesmo período.

A diferença de remuneração entre homens e mulheres é observada também na demissão. As 10.811 mulheres desligadas dos bancos entre janeiro e junho de 2017 recebiam, em média, R$ 6.519,00, o que representou 78,3% da remuneração média dos 10.565 homens que foram desligados dos bancos no período.

Fonte: Contraf-Cut

 

 

 

Parceiros








Sede:
Rua da Vitória, 17
Leader - Jacobina - BA
CEP: 44700-000 Fone: 74 3621-2044 Fax: 74 3621-3446