Informativos

 

Newsletter

Cadastre-se e receba boletins informativo em seu e-mail







Siga-nos


 

Emprego nos bancos sob ameaça
Segunda, 24 Julho 2017 13:59

A defesa do emprego deve ser a principal bandeira da Campanha Nacional dos Bancários em 2017. A importância do tema se torna cada dia mais evidente com o grande número de vagas fechadas no setor nos últimos meses. Foram 10.752 postos de trabalhos a menos apenas no primeiro semestre de 2017, sendo 1.131 apenas no mês de junho.

A análise por Setor de Atividade Econômica revela que os “Bancos múltiplos com carteira comercial”, categoria que engloba bancos como, Itaú Unibanco, Bradesco, Santander e Banco do Brasil, foram responsáveis pelo fechamento de 6.030 postos. Já a Caixa Econômica foi responsável pelo fechamento de 4.429 postos.

São Paulo, Paraná e Rio de Janeiro foram os estados com maior incidência de saldos negativos, mas a Bahia (-393) e Sergipe (-64) também perderam vagas nos primeiros seis meses do ano.

A situação tende a se agravar com os planos de desligamentos voluntários, já abertos no Bradesco e Caixa, e com perspectiva de lançamento no Banco do Brasil e BNB.

Outra ameaça importante é a terceirização. “Os bancos sempre tentaram demitir bancários para contratar terceirizados e negar direitos como jornada de 6 horas, PLR e outras conquistas importantes da categoria, mas eram barrados pela Justiça. Agora eles têm o respaldo da legislação aprovada pelo governo golpista e temos que redobrar a atenção para que eles não demitam bancários em massa para contratar terceirizados”, alertou o presidente da Federação dos Bancários da Bahia e Sergipe, Emanoel Souza.

A Feebbase e os sindicatos estão atentos aos acontecimentos e os trabalhadores devem denunciar qualquer movimentação neste sentido que aconteça nas agências e setores administrativos dos bancos.

 

FEEB/BA-SE

 

Parceiros








Sede:
Rua da Vitória, 17
Leader - Jacobina - BA
CEP: 44700-000 Fone: 74 3621-2044 Fax: 74 3621-3446